segunda-feira, 14 de março de 2011

Queremos bons hardware com Linux!

Paz a todos,
Seguindo a corrente aqui, estimulado pelo @reinaldo_bh com seu texto  Por que existem tão poucos computadores com Ubuntu no mercado? 
Resolvi também contar minhas desventuras ao tentar por dois meses comprar um netbook sem o windows seven pré instalado, bom nada contra o seven e seus usuários, mas não é minha praia, e nem é tão compatível com meus periféricos e gadjets, tenho uma impressora HP e uma multifuncional Lexmark, e ambas precisam de alguma gambiarra pra funcionar no seven, ou no caso da lexmark nada como um download de quase 200 megas não resolva, meu palm não sincroniza bem, a fragilidade do sistema e segurança quase sempre falha, e enfim muitas coisas que ficam a desejar em utilização, no meu dia-a-dia.

Acer Aspire One com screenlet sysmonitor, cairo dock e Qmmp player


Meu perfil tenho 47 anos, uso linux a quase 6 anos e já usei algumas distribuições antes do ubuntu, comecei a programar em 1982, comprei o meu primeiro pc em 1984/85 (TK83) tive alguns Mac's nessa época, programei durante muitos anos COBOL e outras linguagens pré históricas, mas não sou escovador  de bits, e não tenho a menor atração por interfaces não gráficas, já tive a minha cota de monitores de fósforo verde, passar semanas digitando programas simples de: folha de pagamento, controle de estoque e organizando bancos de dados em fitas magnéticas gigantes, enfim sou um usuário de computadores quase normal, exceto pelo S.O. que roda em minhas maquinas, mas no meu caso eu gosto de maquinas robustas, placas de vídeo off board, um processador possante e muita RAM, não quero ter que me preocupar em otimizar meu kernel, apesar de que, sei sim fazer modificações nele.

O que me trouxe aqui foi um Netbook, para poder ter acesso a meus programas e arquivos de onde eu estivesse, sem precisar ter um super pendrive bootável com tudo o que preciso para poder trabalhar, acreditem tentei usar só isso durante um tempo, mas ainda ficava na dependência de alguém me emprestar um desktop ou notebook e ele conseguir rodar meu linux, o que na maioria dos casos não acontecia, enfim em dezembro comecei a procurar um netbook com preço aceitável sem windows embarcado e que me atendesse, as opções do mercado eram: Philco com mandriva, Qbex com um linux não identificado (possivelmente fenix) e todos com 2 gigas de RAM e HD acima de 250 gigas e um processador Atom, não considerei algumas marcas por não conhece-las e não queria pagar pra ver.

No fim de janeiro acabei comprando um Acer Aspire One (azul) com processador de núcleo duplo, 2 Gigas de RAM e HD (sólido) de 250 Gigas e os indesejados seven starter e office 2010, preferi manter o windows por conta de não ter mais nenhuma cópia instalada windows em casa e ter uma tvusb que não funciona no linux e estava guardada a quase um ano. 


Algumas consideração sobre o seven starter, achei uma imensa falta de respeito, não poder trocar o papel de parede e nem personalizar minha área de trabalho, se isso não é ditadura, não sei o que é, a boa noticia é que agora posso abrir três janelas simultaneamente, isso não quer dizer que o sistema aguente essa proeza por muito tempo sem travar, fico pensando se essas limitações ocorressem em outros Sistemas Operacionais, abertos ou não, como seria a publicidade negativa?

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More