quarta-feira, 12 de maio de 2010

A pedra de Roseta é um código livre

Desde muito tempo tenho uma paixão por civilizações antigas e principalmente sobre tudo o que vem do Egito, o que isso tem a ver com o software livre, quase tudo, pois no Egito o costume de partilhar conhecimento era bem frequente, basta olhar qualquer construção Egípcia e veremos vários hieroglifos, contando a historia daquelas pessoas retratadas como era seu dia-a-dia e também como era sua vida no além túmulo, bom alguém certamente vai dizer que as outras civilizações também o fizeram de igual maneira, sim certamente, porém o que diferencia todas estas civilizações, da civilização Egípcia é um estela de pedra chamada de Pedra de Roseta.

Eesta pedra foi encontrada em 1799 por soldados franceses na cidade de Rashid (que, em inglês, virou “Rosetta”) mas foi escrita muito antes, há dois mil e duzentos anos aproximadamente para divulgar um decreto de Ptolomeu V, gravado em dois diferentes idiomas, grego e egípcio, o que permitiu a Champollion decifrar os hieróglifos. 

Ou seja é se não o primeiro código aberto do mundo, diferente de muitos outros textos, que foram encontrados pelo planeta e que ainda não sabemos seus conteúdo, do mesmo modo que hoje são inúteis, documentos produzidos em editores de textos como carta certa, wordstar ou mesmo o finado fácil.  

Por isso se quiser deixar arquivos de texto para a próxima geração de leitores certifique-se que seu padrão atual vai existir daqui há alguns anos, na duvida use o padrão ODF, que é verdadeiramente livre, não dependendo da saúde financeira de nenhuma empresa e nem da boa vontade de ninguém.


 foto da pedra de Roseta.

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More